Felicidade.
Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente.
Martha Medeiros

Pegue tudo que você tem de mim, coloque em uma caixa e a guarde no fundo de seu armário. Se por impulso sentir vontade de abri- la quando a saudade apertar, se lembre de que você também guardou a saudade em uma caixa no fundo do armário. No dia em que sentir que, de tanto tempo guardada, a saudade foi esquecida dentro da caixa, pegue o que guardou de mim, abra e remexa em tudo, se tiver recordações e sentimentos bons ao ver tudo aquilo, guarde. Se não, jogue fora, não quero que tenha de mim, nada mais que o melhor.

Eu sou aquele tipo de garota que gosta de coisas bobas sabe? Gosto da chuva e do barulho que ela faz ao tocar o chão, gosto da luz que tem o fim de tarde, logo depois que o sol se põe, gosto de vê-lo nascer, gosto de olhar as estrelas mesmo quando não tem lua, e sou capaz de ficar horas observando a mesma quando ela aparece. Gosto do cheiro da terra molhada, de tardes quentes sem fazer nada, gosto de sorrisos e olhos misteriosos, gosto de palavras doces, gosto muito. Gosto de um “eu te amo” sussurrado, de um “preciso de você” sincero, gosto de quando fazem meu coração disparar, de quando me dizem “escuta aquela música que me faz lembrar você”, gosto quando dou um sorriso bobo involuntário, de fazer caretas pra câmera, de ficar sentada fazendo música, gosto que me surpreendam, que me chamem de amor. Gosto que me amem mais do que eu acredito merecer, mas disso, disso todo mundo gosta.

No dia que eu te olhar pela primeira vez, acho que primeiro vou entrar em choque, vou ficar parada na sua frente tentando acreditar. Meu segundo impulso vai ser te abraçar, mas poxa, acho que vou ficar com vergonha, vou tentar fazer uma piada idiota pra ver se me acalmo, e quando finalmente tiver coragem vou te abraçar forte, aquele abraço que a gente espera faz tanto tempo, e sussurrar que te amo. Quando te soltar depois de muito tempo, vou ficar olhando seus olhos com um sorriso todo bobo no rosto, como um cego que vê a luz pela primeira vez. Vou tocar seu rosto e te beijar, vai ser incrível, acho que vai sentir meu coração batendo frenético perto do seu, como o coração de uma criança assustada. Eu vou estar morrendo de medo, aquele medo idiota sabe? Aquele medo de de repente acordar abraçando o travesseiro de novo. É isso que você é pra mim, um sonho, tudo que eu quero no mundo em um lugar só, toda minha vida, meu passado e meu futuro escritos em uma só pessoa. Depois que eu puder te ter ao alcance de minhas mãos, eu não vou querer jamais te deixar ir embora, eu vou te amar até meu coração bater pela última vez anjo, eu sei que já disse isso, mas me orgulho de dizer que mesmo com a pouca idade que tenho, e com toda essa distância, eu achei o amor da minha vida. O homem da minha vida.

Por favor, eu estou pedindo… pedindo não, eu estou implorando sua presença, seu toque, teu corpo, eu preciso disso, não consigo mais ficar longe do teu carinho. Isso já é covardia, te ter assim tão distante, parece castigo, mas pra um amor tão grande?
Me cansei de acordar chorando por um sonho que não foi real. Acho que já está mais que provado que nosso amor é forte, que ele é verdadeiro, a gente se precisa. O que mais falta?
Eu sinto você perto da minha alma, as vezes segurando a minha mão pra eu não chorar de saudade. Mas o que eu queria mesmo era você perto do meu toque, ao alcance das minhas mãos.
Se o destino uniu nossos caminhos, ele bem que podia unir a gente, afinal, quem fez a bagunça foi ele. E que bagunça, nossa! Você chegou bagunçando tudo, e eu percebi que é nessa bagunça que eu me acho, é em você que eu me encontro.
Você é o meu avesso, quase completamente o contrário, como peças de um quebra cabeças, é assim que quero passar o resto da minha vida ao seu lado, achando em você o que falta em mim.
Vem ficar comigo? Te preciso aqui, nem que seja só pra dormir de conchinha, te faço cafuné até pegar no sono amor, só vem…

Então se vai desistir de mim, me diz logo, quanto antes, mais tempo vou ter pra me recuperar.
Tenho que parar de viver de futuro, por que o meu presente já tá virando passado e eu não tô nem percebendo.

Eu acho que tudo que fiz por você foi demais. Eu me preocupei demais, eu te procurei demais, eu me importei demais, eu demonstrei demais, eu me doei demais pra você, eu pedi demais e acho que o meu maior erro foi te amar demais, por que tudo que é demais, enjoa e não tem valor. Ninguém gosta do que vem fácil, e o que sinto agora é isso, você me tem tão facilmente, que não se importa mais em me manter por perto, talvez por achar que eu nunca vá embora…

E você também não tem medo de que a gente se perca?

Eu acho que tudo que fiz por você foi demais. Eu me preocupei demais, eu te procurei demais, eu me importei demais, eu demonstrei demais, eu me doei demais pra você, eu pedi demais e acho que o meu maior erro foi te amar demais, por que tudo que é demais, enjoa e não tem valor. Ninguém gosta do que vem fácil, e o que sinto agora é isso, você me tem tão fácilmente, que não se importa mais em me manter por perto, talvez por achar que eu nunca vá embora…

Tô precisando dormir nos seus braços sabe? Só ficar perdida ali por uma noite, sentindo seu calor, seu corpo envolvendo o meu, suas mãos segurando as minhas pequenas. Esquecer de tudo que já aconteceu de ruim com a gente, de tudo que já deu errado, pra poder aproveitar cada fração de segundo no seu abraço, com seu cheiro, sentindo seu coração e ouvindo você respirar baixinho. Me deixa dormir ai no cantinho da sua cama, quietinha? Vou te fazer cafuné, não precisa nem esperar eu dormir, só fica comigo? Eu tô precisando tanto disso, do seu abraço, do seu carinho, do seu perfume. De você.

© THEME